• Ana Carolina Krüger

Alinhamento entre Planetas: Júpiter e Saturno Ficarão Próximos em 2020

Atualizado: 22 de Dez de 2020

Os planetas Júpiter e Saturno estão presentes a nos presentear com um fenômeno astronômico raro, que não ocorre há 800 anos. O fenômeno que não acontece desde a Idade Média poderá ser observado no dia 21 de dezembro, logo após o pôr do Sol.

A aproximação entre os dois planetas já está ocorrendo desde o dia 16 até 25 de dezembro. Porém, será no anoitecer do dia 21, data do solstício de verão no Brasil, que o céu nos proporcionará um dos eventos astronômicos mais espetaculares do ano. Eles se parecerão a olho nu como um "planeta duplo" - um único ponto de luz brilhante. A proximidade, é claro, é uma questão de perspectiva: esses dois planetas estão na verdade separados por centenas de milhões de quilômetros.

Esse encontro entre Júpiter e Saturno nesta posição ocorre a cada 20 anos. Contudo, o encontro entre os dois planetas tem duas "pitadas" a mais de raridade. A primeira é que se passou quase 400 anos desde que ambos estiveram tão próximos um do outro, e cerca de 800 anos desde que aconteceu à noite.

“Na noite de maior aproximação, em 21 de dezembro, eles se parecerão com um planeta duplo, separados por apenas um quinto do diâmetro da lua cheia”, explica o astrônomo da Rice University, Patrick Hartigan.

Caso o tempo não esteja bom, não desanime: daqui a 20 anos, especificamente no dia 31 de outubro de 2040, eles se aproximarão novamente, embora então não seja tão espetacular quanto este. A próxima vez que esse evento ocorrerá exatamente ao do dia 21, será no dia 15 de março de 2080. Depois, só depois do ano 2400.

Não importa onde você esteja, a grande conjunção, apelidada de "beijo de Natal" por alguns astrônomos, será visível de quase todos os lugares da Terra, cerca de uma hora após o pôr do sol. Devido à sua luminosidade, pode ser visto sem binóculos ou telescópio. Você deverá olhar para o oeste , mas é importante que você o faça de um lugar claro, sem nada à sua frente que obstrua sua visão e, se possível, com pouca poluição luminosa. Se você tiver um pequeno telescópio ou um par de binóculos, eles podem permitir que você veja as quatro maiores luas de Júpiter orbitando este planeta gigante. À primeira vista, os dois planetas aparecerão quase "colados" no céu crepuscular da noite. O maior e mais brilhante ponto de luz é Júpiter.


Então não perca a oportunidade de observar esse fenômeno incrível!

0 visualização0 comentário